Experiência de Consumo

Para ambientes físicos e híbridos. Porque o básico já é consumido no digital.

QUANDO INVESTIR EM EXPERIÊNCIA DE CONSUMO?

Conexão

Apenas com um conceito verdadeiro, consistente e ágil é possível saber onde e como chegar. Um projeto de branding orienta as estratégias de marketing, atrai e retém talentos, facilita a tomada de decisão do consumidor, etc.

Autenticidade

Mais que ter um diferencial é preciso ter coerência ao transmitir seu propósito, sua essência, sua plataforma de marca, etc., para gerar conexões profundas e duradouras com seu público.

Relevância

A marca é a maior responsável pela percepção que o mercado, e principalmente seus clientes, têm dela mesma. Mas precisa ir além. Precisa entender e entregar suas necessidades e desejos.

Diferenciação

O uso dos sentidos humanos eleva as chances de diferenciar a marca, o produto, o serviço, o ambiente, etc., principalmente quando usado de forma combinada, ou seja, uma combinação de dois ou três sentidos geram a sinestesia, o que eleva ainda mais a capacidade de conexão.

Consistência

Quando observamos coerência nos padrões visuais e sonoros, como por exemplo, em seu site, página de rede social, fachada, loja/escritório/indústria, frota, uniformes, etc., já é despertado em nós, inconsciente ou não, um sentimento de profissionalismo, de qualidade e/ou seriedade. Isso chamamos de consistência de marca.

Vamos muito além da entrega do layout, de expositores e harmonização dos acabamentos.

Para um projeto de loja de varejo colaborar com a venda no final do dia é preciso pensar, cocriar e conectar outras disciplinas.

  • Inovação

  • Branding

  • Neurociência aplicada

  • Visual Merchandising

Essa é a nossa base. E dela aprofundamos todos as ferramentas que também se transformam todos os dias.

Entender o público, as aspirações do negócio, da marca e das pessoas da operação, e do mercado, é a base dos nossos projetos de store design, visual merchandising e vitrine.

Delimitar o zoneamento da loja e ditar a jornada do shopper no espaço físico é o início da influência e experiência de consumo. Tudo tem que ser estudado e planejado.

Deletamos a expressão Ponto de Venda (PDV) para dar espaço ao Ponto de Experiência há tempos, antes mesmo da atual pandemia.

Entendemos e aprimoramos dia-a-dia nossa caixa de ferramentas e pesquisas sobre comportamento de consumo, pessoas, valores de marca, gatilhos de compra, etc., para projetarmos lojas físicas que realmente entreguem experiências de consumo apaixonantes e contribuam fortemente na performance de vendas.

Uma loja tem que ser dinâmica, flexível e ter sua identidade. Ter aquela atmosfera que impacta positivamente seu cliente quando ele entra nela.

Vamos além do viés da arquitetura para o desenvolvimento de um projeto de store design:

NEUROCIÊNCIA APLICADA

SERVICE DESIGN

LIGHTING DESIGN

SEMIÓTICA & CONSUMO

BIOFILIA

GESTALD

O que nossos clientes dizem

Procurávamos uma empresa realmente especialista em lojas e que entendesse, não somente de arquitetura, mas de todos os fatores que envolvem o varejo da moda. O projeto foi entregue após um diagnóstico que envolveu nosso mercado, o comportamento dos nossos consumidores, nossos concorrentes e o mix dos produtos e marcas que trabalhamos aqui na loja. Somos uma multimarca e não perdemos nossa identidade com a atmosfera e o posicionamento que foram criados.
Juliano Motta
LIFE
Nossa percepção inicial era apenas de um projeto para uma cafeteria, porém, após algumas reuniões e um bom diagnóstico sobre negócio, decidimos contratar também a criação da marca [naming e logotipo], o que foi uma excelente decisão. A maneira como trabalham, analisando com profundidade o mercado, as necessidades dos clientes e o modelo de negócio, ampliou muito as oportunidades de atuação da minha empresa. Profissionais muito competentes, dedicados e com muita seriedade.
Marlúcia Amêndola
GULAS & GRÃOS

“Faça o que você faz tão bem que aqueles que o vejam fazer o que você faz voltam para vê-lo fazê-lo novamente e dizer aos outros que eles dever ver você fazer o que você faz.

WALT DISNEY

A REPUTAÇÃO DA SUA MARCA AINDA ESTÁ RELEVANTE PARA O SEU PÚBLICO?